Poemas



Anjos... Anjos Góticos...

               Quebram a essência da desilusão
               Carrega consigo o fel do sacrifício
Destrói a sede de reencarnação
Sai pelas noites despindo
o mundo em gritos...
Corre nas calçadas
e dispara seu choro
Noites e madrugadas 
chama as almas dos tolos
Esfria o silêncio congela o adeus
Deixa-o despido os sonhos dos seus
Anjos das nuvens negras e cinzentos
Dobra os lábios feridos amargo veneno...
Clama as almas com sangue e perdão
Grita a alma profunda ilusão.

SANIEL L. SILVA

Nenhum comentário:

Postar um comentário